MP questiona ‘trem da alegria’ em Lambari

by

O Ministério Público/MG está contestando o reajuste de mais de 200 % nos salários do prefeito Marcos Resende (PT), vice-prefeito, secretários e vereadores de Lambari, aprovado pela câmara em 2008.

O juiz local, Márcio Agusto Bueno, avaliará se o aumento é abusivo e seus reflexos no orçamento municipal – o custo do povo com cada parlamentar passou de R$10,8 mil para R$36 mil por ano. Conforme for sua decisão, os políticos terão que devolver o dinheiro à cidade.


%d blogueiros gostam disto: