Êta, cafezinho bom!

by

A Assembléia Legislativa de Minas Gerais realiza hoje uma audiência pública para debater fraudes praticadas pelas torrefadoras de café.

A última pesquisa de pureza da Associação Brasileira da Indústria do Café revelou que, no ano passado, 115 marcas em Minas Gerais tinham fraudes. Os produtos foram adulterados com milho, cevada, soja, semente de açaí e até pedaços de pedra e pau.


%d blogueiros gostam disto: