Copasa visita Caxambu em apoio à Copa 2014

by

(Paul Vilela, de Barcelona) – Diretores da Copasa se reuniram semana passada com o prefeito, secretários e membros do Comitê Pró-Copa do Mundo para tratar da preparação de Caxambu como cidade-satélite oficial na Copa de 2014 (veja mais no site da prefeitura ).

Enquanto isso, a água de Cambuquira – ao público não interessa se é mineral, pluvial ou “torneiral” – é um escândalo nacional de saúde.

A reação do prefeito Kaka Xavier foi patética ao minimizar o fato de estar servindo água com cocô à população (em bom português, é isto mesmo), já que as águas minerais “da Copa” estão limpas. É bom repetir, essa história de água da copa é uma bobagem sem tamanho, propaganda enganosa para o caipira ingênuo ficar contente e orgulhoso.

A má repercussão causada pela contaminação da água poderá até prejudicar a volta da Cambuquira ao mercado tão cedo, uma dificuldade que, certamente, será avaliada pela gerência de produtos e o pessoal de marketing da Copasa.

Dizer que “as bactérias estão só na água de torneira” é como se o dono de um rebanho afirmasse que “a brucelose só pegou em duas vacas e o restante está saudável” – o povo, por via das dúvidas, não comprará mais leite dessa fazenda. Não interessa se é da vaca marrom, preta ou malhada.

É um recurso grotesco e desgastado culpar a imprensa pelas más notícias e inventar conspirações contra a cidade. Cambuquira merece mais seriedade, dignidade e profissionalismo.


%d blogueiros gostam disto: