Tá tudo em casa

by

Veja o quanto ainda tem de leite no café político de Brasília.

Os ministros do STJ Fernando Gonçalves e Nilson Naves são mineiros – um de Belo Horizonte, o outro de Lavras. Ambos atuaram no caso do mensalão do ex-governador do DF, José Arruda, que é mineiro de Itajubá; o ex-vice-governador, Paulo Octávio, é de Lavras e o novo relator do Caso Arruda no STJ, João Noronha, de Três Corações.

No outro mensalão, o do PT, o principal acusado de ser o mentor do esquema de corrupção, José Dirceu, é de Passa Quatro, no Sul de Minas; indiciado como cúmplice, o publicitário Marcos ‘Propinoduto’ Valério também é mineiro, de Curvelo.

É melhor parar por aqui senão vão descobrir que Osama Bin Laden nasceu em Cambuquira.


%d blogueiros gostam disto: