Líder de seita responde por 8 crimes em Caxambu

by

(Agência Bom Dia/SP) – O pastor Cícero Vicente Araújo, líder da seita Jesus Verdade Que Marca, acusada esta semana de usar trabalho escravo e prática de tortura no Sul de Minas, responde por oito processos apenas na comarca de Caxambu (MG), desde 2006.

Segundo dados do site do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, ele é réu em um caso classificado como crime contra organização do trabalho e sete por crime contra o patrimônio. Veja mais no Bom Dia.


%d blogueiros gostam disto: